Nova pagina 2

 

 
Nova pagina 2

Principal   

Quem somos   

Últimas notícias   

Eventos   

Notícias da Saúde   

Artigos da Saúde   

Notícias da Enfermagem   

Vestibulares   

Instituições de Ensino   

Cursos e capacitações   

Concursos em Destaque   

Calculadoras   

Links Interessantes   

Terminologias   

Pesquisas e Estudos   

Biblioteca Virtual   

Enfermagem   

Biológicas e da Saúde   

Pós-Graduação   

Idiomas   

Áreas de Atuação   

Conselhos   

Enfer. em Saúde Pública   

Enfermagem do Trabalho   

Artigos   

Monografias   

Teses e Dissertações   

Leis,   
Decretos e Resoluções   

Código de Ética   

 
Nova pagina 2
   | 1 enfermeiros on-line

Concursos!  

  Concursos em Destaque
Os interessados no concurso da Fundação Oswaldo Cruz terão mais tempo para se cadastrar na seleção: as inscrições foram prorrogadas até 6 de março.

São 400 oportunidades, sendo 289 vagas são para o Rio de Janeiro. No nível médio, são 75 chances para técnico em saúde pública. No superior, são oito para analista de gestão em saúde pública  e 128 para tecnologista. Para quem possui mestrado, há 164 para pesquisador e para aqueles com doutorado, 25 vagas para especialista. O cargo de técnico contempla perfis como os de Construção Civil, Microbiologia e Segurança do Trabalho. Já no de analista, as vagas são para as áreas de Contabilidade, Gestão de Desenvolvimento Institucional e de Infraestrutura. E algumas especialidades abrangidas na função de tecnologista são as de Psicologia, Arquivologia e Comunicação Social. Na carreira de pesquisador, há chances para áreas como as de Assistência Farmacêutica, Nanotecnologia e Dermatologia e na de especialista, há vagas para perfis como os de Biotecnologia em Vacinas e História da Saúde Internacional.


 Os técnicos terão ganhos de R$3.278,57, valor composto pelo vencimento básico de R$2.128,37, pelo auxílio-alimentação de R$373 e pela gratificação de desempenho de R$723,20. Mas se esses servidores possuírem doutorado, os rendimentos chegam a R$5.040,57. Analistas e tecnologistas receberão R$6.229,98, sendo R$4.143,48 de vencimento básico, R$1.704 de gratificação de desempenho e R$373 de auxílio- alimentação. Contudo, esse valor pode variar de R$7.288,33 a R$9.316,48, com a gratificação de qualificação. A remuneração dos pesquisadores é de R$8.729,85, sendo R$4.685,18 de salário-base, R$373 de auxílio-alimentação e R$1.856 de gratificação de desempenho, bem como R$1.814,87 de gratificação de qualificação de mestrado (requisito obrigatório). No entanto, para os que tiverem doutorado, os ganhos chegam a R$12.237,46. Já os rendimentos dos especialistas são de R$14.813,67, sendo R$6.957,89 de vencimento- básico, R$373 de auxílio-alimentação, R$2.524,80 de gratificação de desempenho e R$4.957,98 de gratificação de qualificação de doutorado - requisito obrigatório. Todas as carreiras cumprirão carga horária de 40 horas semanais.

 

As taxas são de R$100 (técnico), R$160 (tecnologista e analista), R$220 (pesquisador) e de R$250 (especialista). Os candidatos devem atentar ainda para a data das primeiras avaliações, que foram alteradas. Agora, elas serão realizadas em 6 de abril, e não mais em 30 de março. O motivo do adiamento, segundo a Diretoria de RH da Fiocruz, se deve a questões operacionais da organizadora. 

 

Fonte: Folha Dirigida




 Este conteúdo foi visitado 2115 vezes.  

<< Voltar para a página anterior...
Livros - Submarino.com.br
Nova pagina 2

Nova pagina 2
 
 
 


Acompanhe nosso RRS

 

 

 
Nova pagina 2